Destinos para quem ama harmonizar vinho com viagem

bela paisagem na vinícola de Mendoza tendo os vinhedos na frente e as montanhas nevadas ao fundo um dos melhores destinos de vinhos do mundo

Não há como negar: vinho e férias formam um casamento perfeito. E que tal mesclar destinos de vinhos mágicos com visitas a vinícolas que estão, cada vez mais, preparadas para receber até o mais exigente dos viajantes? 

Seja entre um mergulho e outro no exuberante mar de Santorini, após um passeio romântico pela Europa ou através de uma viagem imersiva na cultura da América do Sul, o enoturismo tem muito a oferecer tanto para enófilos experientes como para iniciantes no mundo do vinho. Então, levante a taça e vamos viajar pelo melhores destinos de vinhos do mundo!

Melhores Destinos de Vinhos

Bordeaux, França

a fachada do Chateau Margaux em Bordeaux França é um dos melhores destinos de vinho do mundo
Château Margaux, Bordeaux | © Food’n Road

Conhecida como a capital mundial do vinho, Bordeaux tem um charme único. A cidade é classificada como Patrimônio Mundial pela UNESCO e seu centrinho pede para ser explorado a pé. Possui a maior rua comercial da Europa, a Rue Sainte Catherine. Para mergulhar na história da viticultura local, visite o museu La Cité du Vin. 

Próximos da cidade, os châteaux, como são chamadas as vinícolas francesas (por conta dos castelos que servem de sede para várias delas), estão localizados em um terroir perfeito para a produção de vinhos. O foco é nas castas tintas, que ocupam 80% do solo, predominando o Cabernet Sauvignon e o Merlot. 

O Rio Gironde separa os vinhedos de Bordeaux em três grandes áreas, popularmente conhecidas da seguinte maneira: 

  • Margem Esquerda: Região de Médoc, Graves, Sauternes e a própria cidade de Bordeaux;
  • Margem Direita: Região de Saint-Émilion, Côtes de Blaye e Pomerol;
  • Entre-Deux-Mers: Loupiac, Côtes de Bordeaux St.-Macaire, Saint-Croix-Du-Mont.

Toscana, Itália

vinhedos em vinícola de Montalcino produtora do Brunello di Montalcino um famoso destino vitivinícola no mundo para o enoturismo na Itália
Vinícola em Montalcino na Toscana, Itália | © Food’n Road

Vêm desta região alguns dos mais cobiçados vinhos italianos, como o Brunello di Montalcino, o Chianti e o Vino Nobile di Montepulciano. A uva Sangiovese é a base para a maior parte da produção. 

A Toscana está localizada na parte central da Itália, tendo Florença como sua cidade mais importante. Colinas cobertas de vinhedos, estradas sinuosas, construções medievais e muitas obras de arte de mestres como Dante Alighieri, Leonardo da Vinci e Michelangelo dão o tom. Além das visitas às vinícolas, muitas ao redor de Siena, não deixe de fazer uma “caça ao tartufo” com um produtor local das raras trufas. 

Piemonte, Itália

Adriano e Karina do Food'n Road de visita a Marchesi di Barolo na região vinícola do Piemonte para o enoturismo
Nossa visita na Marchesi di Barolo, Italy | © Food’n Road

Lar da uva Nebbiolo e rival da Toscana na produção de vinho, Piemonte, ao Norte da Itália, produz cerca de 300 milhões de litros da bebida, sendo o mais famoso o Barolo. Com taninos marcantes, o Barolo é tido como rei dos vinhos, enquanto a elegância do Barbaresco faz dele a Rainha. Produzidos com a mesma uva, trazem características diferentes à garrafa devido às diferenças no solo e métodos de produção.

A cozinha piemontesa traz influências da França, com quem faz fronteira. Entre as sub-regiões, vale mencionar Langhe, na província de Cuneo, por seus vinhos de alta qualidade. Para completar a sua viagem gastronômica no Piemonte, experimente os pratos com a trufa branca de Alba e participe de uma caça ao tartufo bianco, cuja temporada ocorre geralmente entre o fim de outubro e meados de novembro.

Se quiser uma dica de onde se hospedar em Barbaresco, nós já ficamos na Casa Boffa, um hotel-vinícola com uma vista espetacular para os vinhedos.

La Rioja, Espanha

Situada ao Norte da Península Ibérica, La Rioja é lar de vinhos de alta qualidade como Marqués de Riscal, Marqués de Murrieta e Viña Tondonia. A região é dividida em três áreas com diferentes terroirs: Rioja Alta (vinhos mais elaborados e elegantes, com destaque para os Gran Reserva), Rioja Alavesa e Rioja Oriental (rótulos com menor potencial de guarda).

vinhedos em La Rioja com a cidade no fundo um ponto turístico de enoturismo famoso no mundo
La Rioja, Espanha | © MarioGuti

A província mais famosa para o turismo de vinhos em Rioja é Elciego, que abriga a vinícola Marqués de Riscal e seu extravagante hotel construído pelo arquiteto Frank Gehry, responsável pela obra do Guggenheim de Bilbao.

Aproveite para visitar a pitoresca cidadezinha Sajazarra, considerada um dos cantinhos mais bonitos da Espanha.

Vale do Douro, Portugal

Com vales cortados pelo Rio Douro, é a região demarcada de vinhos mais antiga do mundo, datando de 1756. O Vale do Douro é dividido em três sub-regiões:

  • Baixo Corgo: a menor área, alta densidade de vinhedos com grande diversidade de vinhos; 
  • Cima Corgo: vinhas históricas é o principal produtor do famoso vinho do Porto e vinhos com maior potencial de guarda;
  • Douro Superior: rica em castas autóctones é a maior das sub-regiões, mas a menos explorada, se destaca na produção de vinhos do Porto Vintage.
Vista do Vale do Douro um famoso destino para tour de vinho em Portugal
Vale do Douro, Portugal | © César Guedes

As cidades mais visitadas em tours de vinho no Douro são Peso da Régua, Pinhão e Lamego. Considere ficar em um dos muitos hotéis-vinícolas de Portugal, um pouco mais distantes dos centros, mas com experiências únicas de vinho. Entre os destaques, o The Wine House Hotel, na Quinta da Pacheca, onde é possível dormir em suítes com formato de barris de vinho.

Sobre o vinho do Porto, ele é envelhecido nas caves em Vila Nova de Gaia. Para uma experiência de degustação, fique uns dias no Porto e visite as Caves localizadas na outra margem do rio Douro.

Guia do Porto – Dicas para montar o seu roteiro no Porto

degustação e prova de vinho do porto em Vila Nova de Gaia
Adriano em uma Degustação de Vinho do Porto

Alentejo, Portugal

Vinícola portuguesa com paredes brancas e amarelas e barricas de vinho em frente para decoração para receber turistas no Alentejo
Alentejo, Portugal | © Sohadiszno

Situado ao Sul de Portugal, o Alentejo tem oito sub-regiões com denominação de origem (DOC). São elas: Borba, Évora, Granja-Amareleja, Moura, Portalegre, Redondo, Reguengos e Vidigueira. A variedade de castas é ampla, mesclando uvas portuguesas, como Arinto, Touriga Nacional e Antão Vaz; a uvas internacionais, como Cabernet Sauvignon, Syrah e Chardonnay.

A paisagem do Alentejo se destaca pelo ambiente rural, com muito verde e construções medievais. A capital do turismo alentejano é Évora, que além de atrativos históricos que fazem de suas ruas um museu a céu aberto, fica perto da Adega Cartuxa, produtora do famoso vinho Pêra-Manca.

Conheça mais sobre as principais cidades do Alentejo

Santorini, Grécia

vista para o mar e uma mesa com vinho branco em Santorini, Grécia
Santorini, Grécia | © Santorines

Uma das paisagens mais únicas no mundo dos vinhos. Por conta do calor e dos fortes ventos, os produtores utilizam um procedimento chamado de Kouloura, remanejando as plantas em formato de cestas próximas ao solo que lembram ninhos de pássaros, para que os cachos fiquem protegidos. Os vinhos brancos predominam, feitos principalmente com Assyrtiko e Moschofilero. Já nos tintos, as castas Agiorgitiko e Xinomavro são as mais usadas. 

vinhedos em Santorini em forma de cesta, utilizando o método chamado kouloura
Vinhas no método Kouloura, Santorini | © Tramont_Ana

Santorini é uma das mais de 6 mil ilhas da Grécia. Banhada pelo paradisíaco Mar Egeu, é uma das mais procuradas pelo turismo, com suas casas caiadas de teto azul. Entre as vinícolas, a mais conhecida é a Santo Winery, que possui um restaurante com uma vista de tirar o fôlego.

Mendoza, Argentina

bela paisagem na vinícola de Mendoza tendo os vinhedos na frente e as montanhas nevadas ao fundo um dos melhores destinos de vinho do mundo
Mendoza, Argentina | © holgs

Aos pés da Cordilheira dos Andes, a paisagem de Mendoza combina vinho e neve. São centenas de bodegas – como as vinícolas são chamadas por lá – para visitar. Entre os destaques estão as bodegas Catena Zapata, Salentein, Andeluna Cellars e Lagarde. A região é dividida em cinco áreas, cada uma com suas especificidades. 

Uma variedade que sempre vem à mente quando falamos em vinhos argentinos é o Malbec, cultivado sobretudo na Região Central (Rio Mendoza), mas também no Vale de Uco e Sul. Já as regiões Leste e Norte chamam a atenção pela produção de vinhos brancos. Para complementar os tours de vinho em Mendoza, há dois famosos centros de esqui: Los Penitentes e Las Leñas.

Vale de Casablanca, Chile

vinhedos no Vale de Casablanca, no Chile
Vinhedos no Vale de Casablanca, Chile | © Food’n Road

Uma das principais regiões vinícolas do Chile está localizada entre Santiago e a cidade costeira Valparaíso, sendo possível, inclusive, um bate e volta da capital chilena. Apesar do país ser destaque com seus vinhos tintos, no Vale de Casablanca as estrelas são os brancos, feitos principalmente com Chardonnay e Sauvignon Blanc. 

O turismo de vinho no Chile é muito bem estruturado, entre as opções de vinícolas que merecem a visita estão Casas del Bosque, Casa Marín, Matetic, Indómita, Morandé, Viñamar e Emiliana. O Mercado de Vinhos Rio Tinto é parada obrigatória para as últimas compras a preço de fábrica.

Karina do Food'n Road nos vinhedos de uma vinícola no Vale de Casablanca, perto de Santiago, Chile
Karina explorando Vinhedos no Vale de Casablanca, Chile | © Food’n Road

Vale dos Vinhedos, Brasil

E, claro, ao se falar sobre destinos enoturísticos, não poderíamos deixar de mencionar a principal região produtora no Brasil, o Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul. A região ocupa uma área de 82 quilômetros quadrados na Serra Gaúcha, sendo a principal cidade Bento Gonçalves. Seus vinhos são os únicos do país com denominação de origem (DO), o que garante o nível de excelência. Entre as vinícolas mais visitadas na Serra Gaúcha estão a Miolo e a Valduga.

vista do vale dos vinhedos na Serra Gaúcha do Brasil tornou-se um destino muito turístico para o vinho no país
Vale dos Vinhedos, Brasil | © Felipe Valduga via Flickr

O tour de trem Maria Fumaça é um dos passeios mais buscados na região, com apresentações artísticas e regionais durante o percurso. Se tiver a chance, não deixe de fazer a Rota do Espumante em Garibaldi. 

Similar Posts