Falésias à vista

A região do Algarve é um dos destinos de verão mais procurados pelos europeus em busca de belas praias, boa comida e muita diversão. Seu nome tem origem no árabe “Al Gharb”, traduzido para “ocidente”. O Algarve tem uma rica história com influências fenícias, romanas e árabes que dão uma identidade única à região.

Como planejar uma viagem para o Algarve

Informações Essenciais


Geral

Informações

É a região mais ensolarada de Portugal tendo, em média, 300 dias de sol por ano.
Idioma: Português.
Distâncias: Lisboa (278 km), Porto (551 km), Sevilha (200 km).
Curiosidade: Algarve guarda a maior ecovia de Portugal, que liga o Cabo de São Vicente à Vila Real de Santo Antônio, com paisagens de tirar o fôlego ao longo da costa.

Transporte

Como chegar

O Aeroporto de Faro é o terceiro mais movimentado do país, fica atrás só de Lisboa e Porto. Há voos com escala saindo do Brasil para lá. Diversas companhias low cost da Europa também voam para a cidade. De carro, Faro está a 278 km de Lisboa e a 200km de Sevilha, na Espanha.

Na região

Como se locomover

A melhor opção é alugar um carro, mas você pode também viajar de ônibus ou de trem para se locomover entre as cidades. Em algumas delas, o transporte público é bem amplo. Em Albufeira, por exemplo, o sistema de ônibus, chamado Giros, cobre a maior parte da cidade. Em Faro, boa parte das atrações está a uma distância a pé, e há ônibus em direção às praias. E mesmo nos municípios com menos oferta de transporte público é possível se locomover de táxi.

Agenda

Melhor Época

Por ser um destino de praia, o turismo no Algarve ganha força no verão (junho a agosto). Porém, tanto a primavera, quanto o outono também são indicados. Nesta época, você encontrará um clima super agradável, e os lugares são menos lotados. Para conhecer com calma e aproveitar as principais praias, recomendamos ficar pelo menos uma semana.

Mapa do Algarve

Melhores cidades e regiões


O Algarve está no extremo sul de Portugal e tem 16 concelhos (municípios): Albufeira, Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Faro (Capital), Lagoa, Lagos, Loulé, Monchique, Olhão, Portimão, São Brás de Alportel, Silves, Tavira, Vila do Bispo e Vila Real de Santo Antônio. 

Os municípios ainda são subdivididos em duas zonas: Barlavento (Ocidente) e Sotavento (Leste), termos de origem náutica referentes ao lado da embarcação de onde e para onde sopra o vento, respectivamente.

Lugares para visitar

O que fazer no Algarve


1. VISITAR AS PRAIAS

Quando pensamos no Algarve, imaginamos logo as praias e suas falésias. Apesar da região possuir muitos tesouros históricos e culturais, a sua costa mediterrânea é a grande estrela. Você encontrará opções para todos os gostos, desde as praias mais badaladas às secretas e até opções com boas ondas para surfistas.

Algarve Guia de Viagem
Ponta da Piedade | © merc67

As melhores praias para visitar no Algarve


ALBUFEIRA

Praia em Albufeira no Algarve
Albufeira | © Leandro Franca
Praia da Falésia

Uma das mais emblemáticas praias da animada Albufeira, tem exuberantes falésias vermelhas que contrastam com a areia branca e o mar em tons azuis esverdeados. É a única representante de Portugal na lista das 25 melhores praias do mundo, segundo o Prêmio Traveler’s Choice 2021, do TripAdvisor.

Praia da Coelha

Com pequena faixa de areia, fica a cerca de 5km de Albufeira. Cercada por falésias, a praia encanta pelas águas cristalinas e formações rochosas. O acesso é por escadarias a partir de trilha de terra batida, mas conta com boa infraestrutura, com restaurantes e bares, sendo bastante procurada no verão.

FARO

Ilha Deserta | © Julien Arabaolaza
Praia da Ilha da Barreta ou Ilha Deserta

O ponto mais ao sul de Portugal, a Ilha da Barreta ou Deserta é um paraíso com vasto areal e águas cristalinas, integrante do Parque Natural da Ria Formosa. Só é acessível por barco, a partir da capital Faro (de junho a setembro), num trajeto de cerca de 30 minutos. O Restaurante Estaminé, único na ilha, chama a atenção com sua forma que lembra um caranguejo.

LAGOA

Gruta de Benagil no Algarve
Gruta de Benagil | © Iurii Buriak
Praia da Marinha

Cercada por grandes falésias e com rochas que emergem do mar, a praia da Marinha é considerada uma das praias mais bonitas de Portugal e figura entre as 10 mais da Europa. Fica a 2 km da Praia de Benagil e uma trilha por entre as falésias liga as duas praias.

Praia e Gruta de Benagil

De fácil acesso e com boa infraestrutura, a Praia de Benagil abriga um dos pontos turísticos mais incríveis do Algarve, a Gruta de Benagil ou Algar de Benagil. O ideal é alugar um caiaque na praia (reserve com antecedência) e ir remando até lá, num trajeto de cerca de 10 minutos ou fazer um passeio de barco.

LAGOS

Dona Ana | © fbatista72
Praia Dona Ana

Com rochas à beira-mar e águas claras em vários tons de azul turquesa, Dona Ana já foi considerada a melhor praia do mundo pela revista Condé Nast Traveller (2013). É uma das mais bonitas de Lagos, e por isso muito concorrida no verão.

Praia do Camilo

Com uma grande rocha emergindo do mar e apenas dez minutos caminhando da praia Dona Ana, você encontrará outro recanto no Algarve. Entretanto, como não há trilha ao longo da praia, é preciso caminhar pela estrada e acessar sua areia por uma escadaria.

Ponta da Piedade

O principal cartão-postal de Lagos não é exatamente uma praia, e sim um belíssimo conjunto de formações rochosas com uma piscina natural, quando o mar está calmo. A paisagem reúne grutas, uma pedra furada e praias escondidas, que podem ser apreciadas através de passeios de barco, partindo da marina de Lagos ou da Ponta da Piedade.

PORTIMÃO

vista aerea da marina de portimão
Portimão Marina | © Americo Lopes
Praia da Rocha

Famosa praia do Algarve, possui uma longa faixa de areia que ultrapassa os mil metros. A região está repleta de pequenas lojas, bares e restaurantes. No final do dia, você pode passear pelos passadiços ao longo da costa e curtir um belo pôr-do-sol.

Praia Três Irmãos

Também chamada de Praia do Alvor Nascente, é de fácil acesso (sem escadarias), e fica no canto leste dos cerca de 7 km de extensão de areia das praias do Alvor e da Torralta. O visual é atraente, com pedras furadas, uma pequena gruta e boa infraestrutura.

Idéias de Roteiro

2. PASSEIOS DE BARCO

Portimão ou de Lagos. O pôr do sol por lá é concorrido, mas vale embarcar antes das 14h para aproveitar – sem sombra – a beleza das formações rochosas que, com mar calmo, formam uma piscina natural. Outro passeio de barco famoso é ao Algar de Benagil ou Gruta de Benagil, o monumento natural mais procurado do Algarve, saindo de Albufeira, Lagoa, Lagos ou Portimão.

Mas, atenção: o tour panorâmico convencional só entra e sai da caverna, sem parada para mergulho. Para ficar mais tempo curtindo a paisagem de dentro da gruta, o ideal é alugar um caiaque na Praia de Benagil. Também há roteiros rumo à Ilha de Tavira, no Parque Natural da Ria Formosa, que tem quatro praias: Tavira, Terra Estreita, Barril e Homem Nu. Essas duas últimas permitem a prática do naturismo.

3. IR AO “FIM DO MUNDO”

Cabo de São Vicente, o ponto mais ao sudoeste da Europa, em Sagres (Vila do Bispo), era considerado “o fim do mundo” pelos antigos romanos e guarda muita história. Trata-se de uma grande falésia, com um forte e um farol, que foi palco de muitas batalhas. É possível ir de carro e o pôr do sol é inesquecível.

Cabo de São Vicente – Sagres | © gui00878

4. VISITAR UMA VINÍCOLA

Apesar do enoturismo ser mais popular na região do Vale do Douro e no Alentejo, o Algarve possui quatro regiões com Denominação de Origem (DO) –  Lagoa, Lagos, Portimão e Tavira. As principais castas são as tintas Castelão e Negra Mole e as brancas Arinto e Síria. Para sair do óbvio e visitar algumas vinícolas, dê uma olhada na Quinta Do Francês Winery (Silves), Adega do Cantor (Albufeira), Morgado do Quintão (Lagoa) e Winery Convento do Paraíso (Silves).

Vinícola Morgado do Quintão | © Food’n Road

5. CONHECER A PRODUÇÃO DE MEDRONHO

Medronho é uma fruta tradicionalmente cultivada no Algarve, a partir da qual é feita uma aguardente típica, chamada Aguardente de Medronho. A vila de Monchique, no Distrito de Faro, é a principal produtora de medronho e por lá é possível fazer a Rota das Destilarias ou visitar a Casa do Medronho de Marmelete. Porém, você também pode visitar a Destilaria Junior Jaques, uma produção de Medronho próximo de Odeceixe, que por sinal, tem uma praia linda, com vista espetacular e excelentes opções de petiscos.

Na Destilaria Junior Jacques, você pode aprender sobre a produção da Aguardente de Medronho, além de participar de experiências de degustação e culinária. Após a visita, faça uma parada em Odeceixe para petiscar no Kiosk Agapito.

6. VISITAR UMA SALINA EM CASTRO MARIM

A vila de Castro Marim é conhecida por suas salinas que produzem sal e flor de sal com Denominação de Origem Protegida (DOP). Há uma grande variedade de atividades relacionadas ao sal na região, incluindo visitas às salinas para aprender sobre a extração artesanal de sal, passeios de bicicleta pela área e spas com tratamentos à base de sal.

Um excelente exemplo é a empresa Salmarim, que produz flor de sal com destaque na alta gastronomia. É possível conhecer as salinas, o método de produção, degustar a flor de sal com produtos regionais e até mesmo organizar uma experiência completa de culinária com direito a frutos do mar e bons vinhos!

© Salmarim

7. VISITAR OS MERCADOS LOCAIS

Visitar os variados mercados é uma ótima forma de absorver a cultura algarvia. Entre eles, o Mercado Municipal de Loulé, com foco em produtos orgânicos e peixe fresco, aberto todos os dias; o Mercado de Quarteira (Vilamoura), que vende de tudo um pouco e acontece às quartas-feiras; o Mercado de Tavira, que fecha apenas aos domingos e feriados; e o Mercado Municipal de Portimão, aberto diariamente.

Mercado Municipal de Loulé | © Food’n Road

8. VISITAR PATRIMÔNIOS HISTÓRICOS

Nem só de sol e praia vive o Algarve. Com ocupações de fenícios, romanos e árabes ao longo de sua história, a região é um verdadeiro museu a céu aberto.

Entre os patrimônios estão:

  • Ruínas Romanas de Milreu, que trazem vestígios da ocupação romana em Estói;
  • Castelo de Silves, com mais de mil anos de existência e estrategicamente localizado no topo de uma colina;
  • Castelo de Paderne, em Albufeira, mescla arquiteturas portuguesas e árabes; 
  • Igreja de São Lourenço, em Almancil, toda decorada com azulejos azuis.
Castelo de Silves | © lingbeek

9. CONHECER O PARQUE NATURAL DE RIA FORMOSA

Criado em 1978, o Parque Natural da Ria Formosa é uma área de preservação ambiental considerada uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal. Para os fãs de natureza, é um passeio imperdível que pode ser desfrutado a pé, de bicicleta, ou com passeios de barco por suas cinco ilhas-barreira e duas penínsulas.

Ria Formosa | © PhotoSparks

10. SUBIR A SERRA DE MONCHIQUE

Sabia que o ensolarado Algarve tem cidades serranas, com temperaturas bem mais amenas? Uma das mais famosas é Monchique, chamada de “Jardim do Algarve” pela diversidade de áreas verdes. As maiores atrações são as Caldas e o seu spa de águas termais, herança romana. Rica em bicarbonato, flúor e alcalinidade, a água de Monchique é considerada medicinal. Tem ainda um circuito de cachoeiras encantador, com destaque para a Cachoeira do Barbelote.

O Miradouro da Fóia, com 902 metros de altitude, é o ponto mais alto do Algarve, oferecendo uma vista privilegiada do Cabo de São Vicente à Serra da Arrábida.

Fóia Viewpoint – Monchique | © Food’n Road

Gastronomia

O que comer no Algarve


© Food’n Road

Baseada na culinária mediterrânea, a cozinha do Algarve esbanja peixes frescos, frutas e legumes locais. Amêijoas à Bulhão Pato, Conquilhas à Algarvia (uma pequena amêijoa frita com alho), Lulas à Algarvia, sopa de legumes, sardinhas assadas, ostras e a Cataplana de Mariscos, todos são pratos típicos do Algarve. Não deixe de visitar as vilas de pescadores de Alvor (Portimão) e Ferragudo (Lagoa) para comer peixes e mariscos frescos. 

Outro prato muito tradicional no Algarve é o Frango Piri-Piri, com molho de pimenta, azeite e alho. Nas carnes vermelhas, destacam-se as carnes curadas, como chouriço assado e presunto. Para a sobremesa, Doces Finos do Algarve (feitos com fios d’ovos açucarados e servidos em formas de pequenos docinhos coloridos); o Morgadinho (pasta de amêndoa com  fios d’ovos) e Dom Rodrigo (fios e creme de ovos com canela e amêndoas).

Descubra mais sobre a culinária portuguesa

Melhores restaurantes no Algarve


© Restaurante Ocean

Com a maior concentração de estrelas Michelin em Portugal, o Algarve traz restaurantes estrelados como:

  • Vila Joya (Albufeira), focado principalmente em peixes;
  • Ocean (Alporchinhos), com apresentações incríveis e uma vista panorâmica para o mar; 
  • Bon Bon (Carvoeiro), com degustação da culinária portuguesa contemporânea;
  • Gusto (Almancil), do aclamado chef Heinz Beck e com decoração escandinava.

Restaurantes tradicionais:

  • 2 passos, localizado sobre as dunas da Praia do Ancão, no Parque Natural da Ria Formosa, com uma arquitetura interessantíssima e uma pegada mais descontraída;
  • Estaminé, também em Ria Formosa, o único restaurante na Ilha Deserta, com uma vista deslumbrante, você encontrará peixes e mariscos fresquíssimos;
  • Faz Gostos (Faro), parada obrigatória no Algarve, de culinária típica lusitana;
  • Noélia e Jerónimo (Cabanas de Tavira), por falar em cozinha tradicional, este é para quem quer comer pra valer.

Se você procurar por ambientes rústicos e acolhedores, um desses lugares é a Adega Vila Lisa (Portimão), enquanto o Charneco (Estômbar) é parada certa para uma típica refeição algarvia. E não se deixe enganar pelo ambiente simples: o Pintadinho (Lagoa) traz um dos melhores peixes na grelha da região.

Melhores hotéis e acomodações

Onde ficar no Algarve


© Monte Rei Golf & Country Club

De luxuosos cinco estrelas e hotéis-boutique sofisticados a hotéis aconchegantes mais econômicos, casas de férias e hostels, não faltam opções de onde ficar no Algarve. Vale a pena escolher uma cidade que seja adequada aos seus interesses primários. 

Se você quer curtir as praias mais animadas, mirantes espetaculares e passeios de barco às cavernas, Lagos é ideal para um roteiro básico de três dias. 

Busca mais agitação? Escolha Albufeira! Já para quem busca sossego pode ficar em Tavira ou seguir para o interior e aproveitar a tranquilidade do turismo rural em hotéis-fazenda ou relaxar no único spa termal da região.

Refúgios no Algarve: Acomodações para fugir do agito das praias

Melhores hotéis no Algarve


Além de atrair turistas com sua natureza exuberante, o Algarve é um paraíso para os fãs de golfe, reunindo alguns dos melhores campos para a prática do esporte, como o campo projetado pela lenda Jack Nicklaus, no luxuoso Monte Rei Golf & Country Club (Vila Real de Santo Antônio).

 Junto às muralhas de Lagos, a despojada Casa Mãe esbanja personalidade nos três prédios de estilos diferentes – boho chic, minimalista contemporâneo e vintage (original do século XIX). Outro endereço cheio de história é a Pousada Palácio de Estói, cinco estrelas em um palácio do século XVIII, a 10 km de Faro.

Com bom custo-benefício, o Hotel da Rocha fica em frente à praia e perto da marina de Portimão, de onde saem vários passeios de barco. 

Com um aclamado restaurante detentor de duas estrelas Michelin e uma vasta adega com vinhos dos melhores rótulos de Portugal e do mundo está entre os tesouros do Luxuoso Hotel Vila Joya, no agito de Albufeira.

Desfrute da tranquilidade de férias no campo, com trilhas, passeios a cavalo e observação de aves, em confortáveis hotéis-fazenda, como o Herdade da Corte e o Hotel Rural Quinta do Marco, ambos em Tavira.

Informações Adicionais

Mais de Portugal