Bacalhau, o fiel amigo de Portugal

cortes de bacalhau em Portugal, a venda

O bacalhau é, sem dúvida, um dos ingredientes mais célebres da culinária portuguesa. Protagonista em pratos tradicionais e tão representativo que faz parte da identidade do país. 

Mas, para entender a importância do bacalhau na história de Portugal, precisamos viajar alguns séculos para o passado. Nesse artigo, te convidamos a conhecer tudo sobre o bacalhau, que mesmo vindo de outros mares passou a ser venerado em terras portuguesas.

O que é bacalhau?

Embora a maioria das pessoas pense que o bacalhau é um tipo de peixe, essa informação não é exatamente correta. O nome bacalhau é dado para três espécies distintas, Gadus morhua, Gadus macrocephalus e Gadus ogac, após serem submetidas a um processo de salga e secagem. 

Há ainda as espécies Pollachius virens (Saithe), Ophiodon elongatus (Ling) e Brosmius brosme (Zarbo), as quais são processadas de forma semelhante, mas que não podem ser vendidas como verdadeiro bacalhau.

Essas espécies de peixes são encontradas em águas frias e salgadas, sobretudo na região glacial do Oceano Atlântico. Após a pesca, o peixe é limpo, salgado e curado, em um período que pode variar de um mês a um ano. 

Depois desses processos, retira-se o excesso de sal e executa-se a secagem do bacalhau. A partir daí, o produto está pronto para o consumo e pode ser usado no preparo de inúmeros pratos tradicionais portugueses, após um rápido dessalgue.

Conheça a história do bacalhau em Portugal

Apesar do bacalhau já ser um produto consumido desde a época dos vikings, a pesca do bacalhau pelos portugueses data do século XIV e relaciona-se intimamente à exploração marítima empreendida pelo país na época.

Os marinheiros de Portugal realizavam longas expedições ao Canadá (Terra Nova) e à Groenlândia, passando cerca de seis meses em alto-mar. Dessa forma, para que os peixes não deteriorassem, o processo de salga era feito nos porões dos navios. A secagem posterior era realizada ao ar livre, com vento e sol. 

A pesca de bacalhau foi dominada pelos portugueses até, aproximadamente, o século XVI, quando outros países, principalmente a Inglaterra, ganharam destaque e o monopólio nessa atividade. 

Porém, com o surgimento do Estado Novo em Portugal, em 1933, sucedeu-se uma crise de desabastecimento alimentar no país. Diante dessa situação, os portugueses voltaram ao mar através de uma campanha estatal, garantindo quase a totalidade de bacalhau para o consumo interno do país.

Com o fim do salazarismo, as importações foram liberadas e a pesca de bacalhau pelos portugueses diminuiu drasticamente. Hoje, a maior parte do bacalhau consumido no mundo é proveniente da pesca russa, norueguesa e islandesa. 

Como o bacalhau é consumido em Portugal?

diversos pedaços de bacalhau seco empilhados em cima da bancada de uma loja em Portugal
Bacalhau à venda | © Nathalia Zakharova

Em Portugal, o bacalhau é consumido de várias formas diferentes. Há, inclusive, um ditado no país no qual se diz que o bacalhau pode ser apresentado à mesa de 1001 formas. A verdade é que, em Portugal, você pode comer um prato de bacalhau por dia durante um ano e ainda assim não repetir nenhum preparo. Tamanha diversidade!

Entre os principais pratos que levam bacalhau em seu preparo, destacam-se: Bacalhau à Brás, Bacalhau à Gomes de Sá, Bacalhau com Natas, Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau com todos, Arroz de Bacalhau, Bolinhos de bacalhau, entre muitos outros. 

Veja aqui uma lista mais completa de pratos portugueses com bacalhau.

Além disso, o consumo do bacalhau em datas comemorativas, como no Natal e Páscoa, é uma tradição de Portugal que influenciou diversos países.

Leia também – Os pratos típicos de Páscoa ao redor do mundo

Com as novas técnicas de processamento é possível comprar o bacalhau já dessalgado, mas em Portugal a tradição está em comprar o peixe seco e salgado e fazer o processo de demolhar o bacalhau em casa.

Curiosidades sobre o bacalhau

Com uma variedade de consumo riquíssimas, o bacalhau destaca-se por possuir aspectos únicos. 

Confira algumas curiosidades sobre o bacalhau:

  • Além do seu sabor singular, o bacalhau é um alimento altamente nutritivo, especialmente rico em vitaminas A e D e ômega 3.
  • Quanto mais tempo o bacalhau for curado, melhor será sua qualidade. O tempo médio recomendado é de seis meses. Esse tempo pode ser observado pela coloração do ingrediente: quanto mais longo, mais amarelo estará o bacalhau.
  • Uma dica importante para escolher um bacalhau de qualidade é evitar os produtos que possuam manchas escuras de sangue. Também é fundamental para os preparos utilizar as postas de bacalhau com a mesma altura, para garantir um dessalgue uniforme.
  • O bacalhau não deve ser cozido, apenas escalfado em água fervente, por cerca de 15 minutos, com o fogo desligado. Essa técnica garante que o bacalhau atinja o ponto certo para o preparo.
  • O Bacalhau é tão representativo em Portugal que até existe uma Confraria em sua Homenagem, a Confraria do Bacalhau de Ílhavo.
  • A tradição de consumo de bacalhau não se limita apenas a Portugal. O produto também é ingrediente de pratos tradicionais de outros países como o fish and chips inglês e o lutefisk norueguês. 
alguns bacalhaus secando ao Sol antes do processo de salga
Secagem ao Sol | © Backyard Productions

Na sua viagem à Portugal, não deixe de experimentar o Bacalhau

Uma viagem a Portugal não é completa sem experimentar os sabores típicos do país, e claro que o Bacalhau é uma das grandes estrelas. Veja algumas dicas para experimentar bacalhau em sua viagem.

Prove pratos com bacalhau preparados de diferentes maneiras

Frito, assado, cozido, em lascas, postas, desfiado ou até mesmo nas conservas em lata. Seja em um restaurante sofisticado, uma tasca ou na casa de uma morador local, se aventure pelas milhares formas de degustar o bacalhau.

Visite o Centro Interpretativo do Bacalhau em Lisboa

Se quiser saber mais sobre a história do Bacalhau em Portugal, não deixe de visitar o Centro Interpretativo do Bacalhau em Lisboa, um espaço interativo que homenageia o bacalhau como símbolo de gastronomia, cultura e história. 

A entrada é grátis para quem tem o Lisbon Card, ou reserve aqui seu bilhete com antecedência.

Dê um pulinho em Ílhavo, a capital do Bacalhau

Próximo a Aveiro, fica Ílhavo, a capital do Bacalhau. O Museu Marítimo de Ílhavo conta com o único aquário em Portugal onde é possível ver o Gadus morhua vivo. Também vale conferir a agenda para participar do Festival do Bacalhau, que normalmente acontece em Agosto.

Dica! A charmosa praia de Costa Nova com suas casinhas listradas fica no município de Ílhavo.

Faça uma aula de culinária e aprenda a preparar pratos com bacalhau

Que tal aprender a fazer bolinhos de bacalhau ou pratos mais elaborados na sua próxima viagem a Portugal? Uma experiência diferente que vai ficar para sempre na memória.

Similar Posts