Viagem

Conheça as principais atividades do Turismo Gastronômico

praça de alimentação em um evento gastronômico internacional é uma atividade turística perfeita

Com a retomada do turismo, mais modelos de experiências e atividades do turismo gastronômico ganham destaque. Mas que atividades são essas? 

Em geral, são experiências que utilizam a comida como forma de expressão e conexão com a cultura local e a biodiversidade do destino. 

Selecionamos os principais exemplos de atividades do turismo gastronômico para te ajudar a planejar e a entender mais como fazer uma viagem gastronômica.

Exemplos de Atividades do Turismo Gastronômico

Tour Gastronômico (tour de comidas ou bebidas)

escolhendo os ingredientes no mercado local
Aprendendo sobre ingredientes tradicionais em um tour gastronômico | © Food’n Road

Conhecidos como food tours ou tours gastronômicos, são passeios guiados em estabelecimentos gastronômicos, tais como restaurantes típicos, mercados locais, feiras de rua e lojas especializadas.

Normalmente, os roteiros são temáticos e buscam trazer uma imersão, por exemplo: tours em estabelecimentos tradicionais de um bairro específico, tours centrados em comida de rua, tours para explorar comidas exóticas, tours de bebidas típicas, etc.

Fazer um food tour é a maneira mais deliciosa de conhecer um destino. Você passeia e aprende mais sobre o local, além de provar iguarias e pratos típicos de forma educativa, segura e descontraída.

Aulas de Culinária

exemplo de aula de culinária que virou tendencia entre as atividades de turismo gastronômico
Registrando cada detalhe durante uma aula de culinária | © Food’n Road

Uma das atividades que tem preenchido cada vez mais os roteiros de viagens. Se gosta de cozinhar, vai adorar participar de uma aula de culinária na sua próxima viagem. Imagina aprender receitas e técnicas diferentes com um chef local?

Existem vários formatos de aulas de culinária no turismo: em grupo, privadas, em escolas de culinária com estrutura de bancada individual, na casa dos moradores, com visita ao mercado para comprar os ingredientes, para amadores, para profissionais, e assim por diante. 

Ou seja, opção é o que não falta. O melhor das aulas de culinária é que além de oferecer aprendizagem na prática, são um entretenimento e tanto.

Agora, para quem não pode viajar, mas quer aprender a fazer pratos típicos de todo o mundo, saiba que é possível encontrar aulas de culinária online, uma excelente maneira de viajar sem sair de casa!

Sessões de Degustação

taças com vinho do porto durante uma sessão de degustação e prova de vinhos é uma atividade muito popular do turismo culinário
Pronto para a sessão de degustação de vinho do Porto | © Food’n Road

Esta atividade já é muito famosa no mundo das bebidas, por exemplo as degustações de vinhos, cervejas e destilados. São sessões em que diferentes amostras de bebidas ou comidas são apresentadas e saboreadas. 

O interessante de incluir Sessões de Degustação no seu roteiro de viagem é que terá a oportunidade de ser orientado por um especialista para entender mais sobre as características do produto, as nuances dos diferentes processos produtivos e aprender dicas de harmonização.

Nós já fizemos até degustação de pimenta do reino no sul do Camboja – e foi uma experiência incrível. Hoje, valorizamos e entendemos muito mais sobre a pimenta do reino, o que ajudou bastante a desenvolver nosso paladar e conhecimento.

Visitar Produtores Locais

porcos ibéricos nativos de San Sebastian durante uma visita a produtor rural no evento da OMT de turismo gastronômico
Indo à fonte em visita a um produtor local | © Food’n Road

Da plantação à produção de alimentos e bebidas, saber como o alimento chega até a sua mesa é essencial na vida de qualquer pessoa. Em geral, a produção de alimentos está mais relacionada com áreas rurais. 

Por isso, uma boa ideia é aproveitar os momentos de lazer para fazer turismo rural. É possível visitar produtores locais e de quebra desfrutar da paisagem rural. 

A visita pode ser guiada e organizada pelo próprio produtor ou com guias especializados. São exemplos visitar produções de mel, queijo, vinho, charcutaria, plantações de frutas, etc.

Seguir Rotas de Produtos Regionais

visita a produtor de café do sul do Vietnã como parte de viagem por roteiros regionais de produtos em turismo gastronômico
Viajando na rota regional do produto – café | © Food’n Road

Agora, se quiser realmente explorar a fundo alguma comida ou bebida autênticos da região – a melhor opção é seguir a rota dos produtos no destino. Por exemplo, rota do café, do vinho, queijo, campos de arroz, etc. 

Estas rotas costumam ser são demarcadas e promovidas pelas secretarias de turismo em conjunto com os estabelecimentos locais – e tem grande valor histórico e cultural.

Você pode explorar estas rotas de forma independente ou através de tours especializados. 

Comer em Restaurantes de Cozinha Regional

comida servida em restaurante tradicional durante uma viagem gastronômica na Indonésia
Comer comida local em um restaurante tradicional | © Food’n Road

Comer em restaurantes que expressam a cultura de um destino através de seus pratos é também turismo gastronômico.

O que vale aqui é a proposta do restaurante. A lista pode incluir desde restaurantes tradicionais e clássicos, até estabelecimentos autênticos e populares entre os moradores. A experiência pode também incluir restaurantes modernos e com conceitos inovadores, mas que se atentam à valorização cultural e da biodiversidade.

Eventos Gastronômicos e Festivais Culturais

praça de alimentação em um evento gastronômico internacional é uma atividade turística perfeita
Eventos gastronômicos para uma experiência mais ampla | © Food’n Road

Muitas cidades possuem algum evento gastronômico ou festival cultural com barracas de comidas temáticas. Aqui, também valem os festivais culturais que não são necessariamente dedicados à gastronomia, mas que oferecem uma boa oferta de comidas e bebidas relacionadas às tradições alimentares da região.

A dica para incluir festivais gastronômicos na sua viagem é fácil: se atente aos calendários festivos da cidade que pretende visitar, pois onde há festa, há comida (e vice versa!).

Visitar Feiras e Mercados Locais

visitas aos mercados locais como atividade em passeios culturais e tours gastronômicos
Explorando novos sabores em um mercado local | © Food’n Road

Exemplo clássico de atividade do turismo gastronômico. Visitar mercados e feiras é uma excelente forma de experimentar ingredientes, aprender sobre a biodiversidade da região, enquanto interage com produtores e com a comunidade local.

As visitas podem ser feitas de maneira independente ou guiadas. Como já comentamos, muitas aulas de culinária começam com visitas aos mercados locais, assim como vários tours gastronômicos.

Oficinas e Workshops para ensinar Produção Artesanal

Geléia caseira de Minas Gerais
Preparar compotas caseiras em oficinas de culinária e depois levar tudo para casa | © Food’n Road

Esta atividade é um pouco mais imersiva. São programas educativos – curtos ou longos – que ensinam como preparar produtos tradicionais de maneira artesanal. Perfeito quem gosta de reproduzir os aprendizados em casa após a viagem.

Turismo Gastronômico para todos os gostos

Estes foram apenas alguns exemplos de experiências e atividades do turismo gastronômico que você pode fazer em uma viagem. No geral, para fazer este tipo de turismo, basta se interessar pela gastronomia do local. A partir daí, fica a seu critério como deseja vivencia-la, seja provando um docinho típico no café da esquina ou através de uma excursão guiada pelas vinícolas do país. O melhor mesmo é incluir várias dessas atividades no seu roteiro, afinal o turismo gastronômico é para todos. 

Quer saber mais? Confira nossas dicas de como fazer uma viagem gastronômica

Similar Posts