Viajar está naturalmente relacionado com viver experiências, principalmente aquelas que fogem do nosso cotidiano. Mas, muito além do que conhecer pontos turísticos, viajantes de todo o mundo têm buscado atividades que tragam novos aprendizados através de vivências que são únicas nos destinos. A demanda por este tipo de atividade cresceu tanto, que hoje é tratado por uma denominação específica: Turismo de Experiência ou Turismo Criativo.

Este tipo de turismo prioriza atividades imersivas em diversas áreas como ecoturismo, gastronomia, turismo rural, vivências histórico-culturais e de autoconhecimento. São experiências que geram maior interação entre os viajantes com a identidade local, sua cultura e território.

O mais interessante no Turismo de Experiência é que além de ser uma oportunidade para destinos se diferenciarem, quando bem implementado torna-se um grande parceiro para o desenvolvimento do turismo responsável.

sobre turismo de experiência também chamado de turismo criativo
Tour pelas vilas do Rio Mekong – Can Tho, Vietnã

Os Tipos de Turismo de Experiência

O Turismo de Experiência engloba diversos outros nichos, como: o turismo de aventura, turismo rural, turismo de base comunitária, turismo gastronômico, voluntariado, etc.

Turismo de Aventura

O turismo de aventura tem o objetivo de conduzir a prática de esportes radicais na natureza como rapel, tirolesa, montanhismo, mountain bike, entre outras práticas, sempre com instrutores especializados e equipamentos para uma vivência completa e sem riscos.

Turismo Gastronômico

O turismo gastronômico, chamado também de turismo culinário, promove experiências da cozinha tradicional de cada região, ensinando não apenas a elaboração de cada prato, mas envolvendo o viajante numa imersão sociocultural. As atividades vão desde oficinas culinárias à experiências de enoturismo ou turismo rural.

Turismo de Base Comunitária

O turismo de base comunitária está relacionado com a conhecer o modus vivendi das comunidades locais. No geral, este tipo de turismo é governado através de uma gestão coletiva, onde o protagonista da atividade turística é a própria comunidade.

Turismo de Voluntariado

A experiência turística de voluntariado se traduz por aproximar o visitante das realidades mais distantes da sua, geralmente ligado à causas sociais. Uma referência neste tipo de turismo é a plataforma Workaway, a qual já utilizamos para voluntariado no Sudeste Asiático.

Turismo de Experiência na Prática

Grandes empresas do setor apostam nesse segmento, como o Airbnb que investe cada dia mais no Airbnb Experiences, uma plataforma onde é possível encontrar experiências oferecidas pelos próprios moradores de qualquer lugar do mundo.

Além disso, diversas agências e secretarias de turismo de todo o mundo vêm desenvolvendo produtos e posicionando diversas regiões como destinos para se vivenciar. Por exemplo:

No Mundo

Na Itália, vovós se reúnem para oferecer aulas práticas de como preparar uma autêntica massa à moda italiana, tudo com muita música, vinho e boas histórias para contar.

Já na Cidade do México há experiências intimistas, que reúnem famílias com pessoas locais no preparo das comidas típicas durante celebrações tradicionais.

No Brasil

Minas Gerais é um grande celeiro de vivências rurais, seja na vivência cultural das paneleiras, que fazem e ensinam a modelagem de panelas de barro no Vale do Jequitinhonha, quer no desenvolvimento de trabalhos artesanais em couro, cerâmica, bordados, tecelagem, desenho, música, esculturas em madeira, cestaria e pintura.

Já em Porto Seguro na Bahia, nativos da Reserva Indígena Pataxó da Jaqueira oferecem um tour pela reserva, mulheres fazem artesanatos para venda e o pajé tem sua banca de remédios medicinais. O peixe pescado pelos homens da aldeia é assado na folha da bananeira e o visitante participa desse processo. Ao final do passeio há uma vivência de dança comunitária onde todos se confraternizam e recebem pinturas faciais.

Como o Turismo de Experiência pode beneficiar destinos e turistas

Com o turismo de experiência em alta, municípios pequenos e médios, muitos com vocação rural, poderão emergir e atingir um considerável crescimento, baseado em suas próprias tradições locais.

Como ferramenta de transformação, o turismo de experiência fomenta a experiência do visitante, de forma a potencializar o desenvolvimento sustentável de toda uma cadeia produtiva, gerando emprego, renda e crescimento regional.

Um exemplo claro de como o turismo de experiência pode mutuamente beneficiar comunidades locais e viajantes é a agência Backstreet Academy, que tem como missão aliviar a pobreza, preservar o patrimônio local e criar uma boa memória da viagem na mente dos viajantes.

No Brasil, a Vivejar é uma operadora de impacto social que acredita que viagens podem ser gatilhos para mudanças positivas, por isso, realiza roteiros exclusivos em comunidades tradicionais do país.

Desafios e Pontos de Atenção

Como esse tipo de turismo está diretamente ligado à cultura local é essencial refletir em alguns pontos:

  1. O desejo da comunidade vs. sua vocação turística – o ponto de partida é entender a real inclinação da população e negócios locais em compartilhar suas rotinas com pessoas externas;
  2. Perda da essência cultural – focar o desenvolvimento das experiências apenas na vontade do turista, pode fazer com que tradições locais se tornem produtos puramente comerciais;
  3. O que é realmente autêntico (e responsável) e o que é marketing? – com o crescimento da demanda pelo turismo criativo, algumas agências tendem a promover Viagens de Experiência apenas como uma mensagem para justificar preços mais altos em suas ofertas prejudicando assim a experiência turística;
  4. O Turismo de Experiência de Massa – na teoria, o turismo de experiência se contrapõe ao turismo massivo, mas sem os devidos cuidados os impactos negativos de ambos podem ser semelhantes;
  5. Parceria público-privada – para destinos que desejam posicionar sua relevância no turismo de experiência, é importante trabalhar com programas de parceria público-privada, desde à criação de fundos de financiamento, implementação de organizações de governança, até a capacitação profissional da comunidade.

Esses pontos são essenciais para a implementação do turismo de experiência em qualquer destino.


COMO PODEMOS TE AJUDAR

Ícone que representa o serviço de consultoria e mentoria de negócios para desenvolvimento do turismo gastronômico

Consultoria & Mentoria

Icon representing the creation of content for gastronomy, food and travel tourism

Criação de Conteúdo

Ícone que representa o serviço de Palestras e Workshops sobre Turismo Gastronômico e de Experiência

Palestras & Workshops

Ícone que representa o serviço de curadoria de experiências de turismo gastronômico

Curadoria de Experiências

Ícone que representa os cursos online de turismo gastronômico e marketing digital para negócios do trade turístico

Cursos Online & Treinamentos

Ícone que representa o serviço de campanhas de marketing e anúncios para marcas de gastronomia e viagem

Anúncios e Campanhas

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments