A gastronomia de Portugal sabe aproveitar a sua privilegiada localização e território, com acesso ao atlântico e mediterrâneo, a culinária local usufrui do mar assim como de seus interiores. Um país com uma vasta diversidade de receitas e técnicas, acumuladas durante séculos de influências por diversos povos que se estabeleceram em diversas regiões do país.

Destacamos neste artigo, uma série de pratos típicos de Portugal para você conhecer, experimentar e aprender ainda mais sobre a culinária portuguesa.

Aproveite!

Pratos Típicos de Portugal

Pratos de Bacalhau

Impossível falar da culinária portuguesa sem começar com os pratos de bacalhau. Um ingrediente cheio de história que mesmo vindo de longe, grande parte da Noruega, se transformou em símbolo da cozinha lusitana.

Um prato com bacalhau e batatas é um dos pratos típicos de Portugal

São muitos os pratos de Portugal com bacalhau, entre eles destacamos:

Bacalhau à Brás

Um prato que leva bacalhau desfiado, batata palha, azeite e ovos. Para temperar, cebola, salsinha e alho.

Bacalhau Gomes de Sá

Feito com bacalhau em lascas, leite, cebola, alho, azeite e batatas, temperadas com sal e pimenta. Na finalização, a salsa, pedaços de ovos cozidos e azeitonas pretas.

Bacalhau com Natas

Um prato gratinado de bacalhau, batatas, cebola, queijo, molho bechamel e creme de leite (natas em Portugal).

Aperitivos de Bacalhau

O bacalhau também é usado no preparo de petiscos, que são ótimas pedidas para acompanhar uma boa taça de vinho.

O pastel e o bolinho de bacalhau são os mais conhecidos. Existe também as pataniscas e iscas de bacalhau, que são empanados fritos de bacalhau desfiado e temperado.

Polvo à Lagareiro

O Polvo à Lagareiro é sem dúvida um dos pratos mais típicos de Portugal. A receita consiste em polvo cozido e depois assado no forno, regado a azeite e acompanhado de alho, cebola e batatas. 

O termo lagareiro representa os trabalhadores dos lagares, que são áreas produtoras de azeites. Daí o nome do prato que utiliza o azeite em grande quantidades.

Polvo a lagareiro com batatas alho e muito azeite
© Bonchan via Canva Pro

Alheira

Poucas iguarias da gastronomia portuguesa carregam uma história tão impactante como a Alheira. Um embutido feito majoritariamente com carne de frango e pão, foi criado para enganar aqueles que na época da Inquisição Espanhola perseguiam e matavam os Judeus. A Alheira se parecia com os tradicionais embutidos de porco, ingrediente proibido pela religião Judaica, e assim os Judeus em Portugal conseguiam se passar por cristãos e escapar da  morte. 

A Alheira de Mirandela, que possui selo Especialidade Tradicional Garantida (ETG) é considerada uma das 7 maravilhas da Gastronomia de Portugal. Atualmente, é feita com diversos tipos de carnes e geralmente servida com batatas cozidas, arroz e ovo frito.

Alheira tradicional de Mirandela Portugal com ovo frito
© nataliaspb via Canva Pro

Caldeirada de Peixe

A relação da gastronomia portuguesa com o mar é evidente e a caldeirada de peixes é uma bela amostra dessa conexão com mar. São utilizados diversos peixes do mar que variam com a disponibilidade e região por exemplo, bacalhau, tamboril, congro, raia, enguias, sardinhas, alguns incluem também lula e mariscos. Os peixes são preparados em uma panela em camadas e posto para cozinhar junto com batatas, alho, cebola, tomate, pimentão, pimentas e ervas. 

Caldeirada de Peixe Portuguesa
© Candice Bell via Canva Pro

Açorda Alentejana

Uma sopa típica de Portugal, da região do Alentejo que pode valer como uma entrada ou refeição principal. Essa sopa do Alentejo é geralmente feita com a combinação de pão, ovos, sal, alho, coentro, azeite e água.

Sopa típica de Portugal chamada Açorda Alentejana
© Peter Virag via Canva Pro

Tripas à Moda do Porto

Um prato típico do Porto com histórias que remetem ao século XV. As tripas à moda do Porto ficou tão famosa que até mesmo os cidadãos portuários passaram a ser chamados de ‘tripeiros’. Dizem que o prato era originalmente servido com tripas e pão, mas ao longo do tempo a receita ganhou novos ingredientes até chegar na versão atual que inclui, além das tripas, barriga e linguiça, também leva feijão branco, cebolas, cenoura, alho e outros temperos, tudo bem cozido e servido com arroz.

tripas à moda do porto é um prato típico do Porto

Feijoada

A Feijoada é um cozido feito principalmente com carne de porco e feijão. De origem europeia e muito popular em Portugal, acabou por influenciar também a culinária de suas colônias, um exemplo típico dessa influência é a feijoada brasileira. Em Portugal, é comum utilizar feijão branco e feijão vermelho, dependendo da região. Existem variações da feijoada portuguesa que merecem destaque: 

Feijoada à Transmontana

A feijoada à transmontana é muito popular em Valpaços, região de Trás-os-Montes, norte de Portugal. Prato típico no almoço de Domingo Gordo, o domingo que antecede o Carnaval. É geralmente preparado com feijão vermelho e diversas partes do porco como o pé, orelha, focinho, barriga, embutidos, e outros. Acompanha arroz branco.

Feijoada Transmontana com carne de porco e feijão vermelho tradicional de Trás-os-Montes
© nataliaspb via Canva Pro

Feijoada de Mariscos

Um prato típico da costa portuguesa, feito com feijão branco e frutos do mar, normalmente inclui algum tipo de peixe, camarão, mexilhões e mariscos. Para temperar leva vinho branco, cebola, tomate, coentros, e mais. Uma delícia!

Feijoada de Mariscos Portuguesa com frutos do mar e feijão branco típico de Portugal
© George Wesley & Bonita Dannells via Flickr

Arroz de Pato

O Arroz de Pato é um prato típico da culinária Portuguesa que influenciou muitos outros, também  conhecido como Arroz de Braga devido a sua suposta terra natal. O segredo deste prato está no caldo utilizado para cozinhar o arroz, que é o mesmo em que cozinhou o pato, chouriço, presunto e temperos. Desfia-se a carne de pato, mistura-se com o arroz cozido e os outros ingredientes, por fim o prato é finalizado no forno. Marcante e delicioso!

Arroz de pato é um prato típico de Braga em Portugal

Cabidela

Conhecido também como Pica no Chão (uma alusão ao frango), a Cabidela ou Arroz de Cabidela é um prato tradicional do norte de Portugal, geralmente associado a região do Minho. Para quem conhece o frango a molho pardo, prato típico do estado brasileiro de Minas Gerais, não vai estranhar o preparo da Cabidela.

O ingrediente chave da Cabidela é o sangue do frango que após ser misturado com vinagre e vinho tinto é incorporado nos últimos minutos de cozimento do arroz já misturado com o frango e assim agregando cor, textura e muito sabor ao prato.

Arroz de Cabidela tradicional
© nataliaspb via Canva Pro

Amêijoas à Bulhão Pato

Uma provável homenagem ao escritor e poeta português Raimundo António de Bulhão Pato, as Amêijoas à Bulhão Pato, são vôngoles geralmente refogados no azeite com alho, coentro, vinho branco e finalizados com suco do limão. Uma excelente pedida para petiscar!

Ameijoas bulhão pato feito com vongoles
© ricardo via Wikimedia Commons

Caldo Verde

Considerado uma das 7 maravilhas da gastronomia portuguesa na categoria sopas, o Caldo Verde é puro aconchego. Uma sopa levemente espessa feita com batata, couve, linguiça, alho e cebola. Vai muito bem acompanhada com pão e um bom vinho português.

Caldo Verde é uma sopa portuguesa feita com batatas, couve e chouriço

Canja

A Canja, que possui em sua versão mais famosa a Canja de Galinha, é uma sopa portuguesa tradicionalmente vista como terapêutica e medicinal.

A receita tradicional da canja portuguesa leva carne de galinha, cebola, chouriço, sal e presunto. Após a galinha e legumes serem cozidos na mesma panela, o caldo é utilizado para cozinhar o arroz ou a massa que será a base da sopa. Depois é só misturar novamente com a carne da galinha desfiada, legumes e aproveitar!

Canja de Galinha é uma sopa típica de Portugal
© nataliaspb via Canva Pro

Rojões

A região do Minho ganha destaque com mais um prato típico da culinária portuguesa, os Rojões. Os mais entusiastas preferem chamá-los de Rojões à Minhota ou à moda do Minho. Rojões são pedaços de carne de porco sem osso e com gordura (geralmente um corte da perna).

A carne recebe uma longa marinada em vinho verde, louro, pimenta e sal para depois selar na banha e na sequência cozinhar na própria marinada até amolecer. Assim como a Cabidela, algumas receitas incluem também o sangue do animal durante o cozimento. Os Rojões são servidos frequentemente com batatas.

Rojões são pedaços de porco sem osso e com gordura típico da culinária portuguesa

Sardinhas Assadas

Apesar do termo assadas, as Sardinhas são de fato grelhadas e de preferência somente com sal grosso. Uma iguaria mais que tradicional em festas populares e almoços de família, uma porção de sardinhas assadas é sinônimo  de saúde e bons nutrientes. Ficam perfeitas com bastante azeite sobre uma fatia de pão ou acompanhadas de batatas, pimentas e salada.

Sardinhas assadas e grelhadas em Portugal
© jaime.silva via Flickr

Sandes de Portugal

Sandes é como são chamados os sanduíches de Portugal. Destacamos dois sanduíches portugueses que você não pode deixar de experimentar, são eles:

Bifana

São lanches feitos com fatias finas de carne de porco cozidas em um molho levemente picante com especiarias e ingredientes secretos que variam de acordo com o chef. Um dos sanduíches mais populares da culinária portuguesa.

Bifana é um sanduíche típico de Portugal feito com fatias de porco cozidas levemente apimentadas

Leitão

Chamado também de sandes de pernil, é um sanduíche delicioso preparado com pernil de porco assado no forno que chega a derreter na boca. Como os outros, é servido dentro do pão com temperos e molhos que você irá adorar.

O sande de leitão é um sanduíche típico de Portugal

Francesinha

Mais um prato adorado em Portugal, a Francesinha teve origem na cidade do Porto e se transformou em um ícone da gastronomia local. A receita mais tradicional é feita com fatias de pão de forma, presunto, salsicha, linguiça, bife e coberto com muito queijo, tudo isso levado ao forno e banhado com um molho levemente picante. O molho é o que diferencia cada receitas! Quer saber mais ? Leia aqui tudo sobre a Francesinha, sua história e ingredientes.

Guia: Onde comer as melhores Francesinhas do Porto

a tradicional francesinha de porto com muito queijo e um ovo estalado por cima

Tempura

Muitos pensam que este prato é de origem asiática, mas na verdade o conceito do tempura é de origem portuguesa! No séc. XVI, Jesuítas portugueses se estabeleceram no Japão como missionários e introduziram o tempura, que consiste na fritura de vegetais ou frutos do mar empanados por uma camada fina de farinha de trigo com ovos. O Tempura era muito consumido durante a quaresma, afinal pela crença cristã, os portugueses não consumiam carne vermelha durante o período da quaresma.

Um tempo depois, a comunidade portuguesa foi expulsa do Japão, mas o consumo do Tempura permaneceu e foi adaptado e popularizado pelos japoneses ao redor do mundo.

Um bowl com tempura de legumes é um petisco tradicional de Portugal e popularizado pelo Japão
© estefaniavizcaino via Canva Pro

Cataplana de Mariscos

A cataplana de mariscos é um prato que incorpora variados tipos de frutos do mar como camarão, berbigão, mexilhão, também pode ir lula e peixes como tamboril, além de legumes e ervas. Cozinha-se tudo na Cataplana, com calor e vapor, deixando tudo bem colorido, cheio de sabores, aromas e texturas.

Mas, o que é a Cataplana? A cataplana (veja na amazon) é um utensílio de culinária portuguesa com provável origem africana, formada por duas partes côncavas, normalmente com dobradiças e fechos para prender as duas metades e evitar que o calor dissipe. Daí o nome do prato, Cataplana de Mariscos.

Cataplana de Mariscos um prato típico do Algarve em Portugal
© studiof22byricardorocha via Canva Pro

Frango Piripiri

O Frango Piripiri é como um frango grelhado, alguns chamam o prato de frango de churrasco ou frango à portuguesa. O frango é marinado no molho piripiri, que é um molho de pimentas, antes de ser grelhado ou assado. Servido com arroz, batata, salada, dependendo da região que estiver. Por sinal, se você quiser pedir molho de pimenta, peça molho de piripiri, é assim que se chama em Portugal.

Frango piripiri é um prato típico de portugal que consiste em frango grelhado marinado no molho de pimenta (piripiri)
© bonchan via Canva Pro

Leitão à Bairrada

Típico na região da Bairrada, centro do país, o Leitão à Bairrada é aquela comida de Portugal em que a receita, apesar de super antiga, segue praticamente inalterada. Também está na lista das 7 maravilhas da gastronomia de Portugal. Muito popular no concelho de Mealhada e com pequenas diferenças regionais, o Leitão à Bairrada obedece regras restritas de preparo que vai desde a escolha do leitão, o seu abate até o modo de preparo. É temperado com sal, pimenta, alho, etc. e assado durante horas até ficar com a pele dourada, pronto para alegrar a quem espera na mesa acompanhado de batatas cozidas e salada.

Leitão a bairrada
© BullStorm via Canva Pro

Chanfana

Um prato famoso por aproveitar carne de cabras velhas, a Chanfana é muito popular na região Centro e de Trás-Os-Montes. Um assado que leva carne de cabra velha regada ao vinho tinto, louro, alho e outros temperos como sal e pimenta. Com o grande objetivo de amolecer a carne e deixá-la saborosa, a Chanfana é tradicionalmente assada por horas em uma forma de barro preto chamada caçoila com o forno, de preferência a lenha, vedado durante o preparo.

Chanfana é um prato típico de Portugal feito a partir da carne de cabra velha com vinho tinto
© Kirk K via Flickr

Queijo Serra da Estrela

A sua origem está no nome, o queijo serra da estrela é produzido com leite de ovelha da raça Bordaleira Serra da Estrela ou Churra Mondegueira, possui uma fina casquinha por fora que protege seu interior cremoso e amanteigado. Alguns não gostam do cheiro, mas para quem não se incomoda terá em mãos um queijo com características marcantes que já chega derretendo na boca. Ótimo para passar em pães e torradas. 

Queijo Serra da Estrela tradicional de Portugal da região Serra da Estrela
© nataliaspb via Canva Pro

Conservas Portuguesas

A conserva portuguesa que ganhou destaque alimentando exércitos, se transformou em um grande aliado da praticidade na culinária portuguesa.

Há vários peixes que podem ser encontrados em conserva, dentre eles estão: atum, sardinhas, bacalhau, cavala, enguias, ovas de sardinha, patés de peixe e marisco, e muito mais! Matosinhos, município que fica encostado no Porto, é a grande referência desta iguaria e você pode fazer um tour pelas fábricas de conserva para conhecer como ela é feita. Dizem que as boas conservas portuguesas são como um bom vinho que melhora com o tempo.

Conservas de Sardinha de Portugal
© inaquim via Canva Pro

Pastel de Nata (Pastel de Belém)

Essa não tem como deixar de fora. O pastel de nata, ou Pastel de Belém quando produzido em Belém, é um dos itens mais cobiçados para acompanhar um café da tarde. A receita original do Pastel de Belém é secreta e se mantém intacta desde a sua origem no século XIX. No geral o pastel de nata é feito com uma massa folhada crocante e fininha acompanhada com um recheio que leva gemas de ovos, açúcar e natas, por fim é polvilhada com açúcar e canela. Mais uma delícia da cozinha portuguesa que levou o prêmio como um dos sete melhores pratos de Portugal.

Pastel de Belem
© André Luís via Unsplash
guest
1 Comentário
Oldest
Newest
Inline Feedbacks
View all comments
Solange
Solange
1 mês atrás

Apetitosos !!!!!!!!
Uma variedade incrível para todos os gostos !!!’