Outros nomes: Laap, Larp, Lahp, Lahb, Laab, Laarb, ลาบ, ລາບ

Laab é uma salada de carne temperada com ervas frescas. Acredita-se que seja um prato original de Laos, mas também é popular nas regiões Nordeste e Norte da Tailândia, além de estar presente nos cardápios dos restaurantes tailandeses pelo mundo.

Por ser um prato super democrático e facilmente adaptado, existem muitas versões de Laab. Pode ser feito com carne de porco, peixe, frango, pato, búfalo ou vaca. Hoje em dia encontra-se até versões vegetarianas com cogumelos e tofu. Os temperos e ervas variam de acordo com a região e a carne utilizada, mas não podem faltar: coentro, cebolinha e muita hortelã.

O processo de preparo é simples, mistura-se a carne picada, cozida ou crua (como um tartar) com os temperos e ervas. Tradicionalmente, o prato é servido com sticky rice (arroz glutinoso: Khao Niao) e outras folhas verdes. É uma mistura de sabores surpreendente e refrescante, vale a pena provar cada versão e escolher a sua favorita!

Leia mais: Sticky Rice, como o Arroz Glutinoso é consumido na Tailândia e Laos

As principais versões do prato

Prato de Laab servido com folhas verdes
Laab de frango

Laab Isaan – encontrada em Laos e nordeste da Tailândia.

A carne é temperada com padaek (molho fermentado de peixe fresco) e limão. O Khao Khoua que é um arroz tostado e moído, dá textura ao prato, enquanto as ervas e pimentas frescas equilibram o sabor.

Laab Lana – encontrada em Chiang Mai e arredores.

Não leva Padaek (molho fermentado de peixe fresco), nem limão ou qualquer outro ingrediente azedo. Por outro lado o prato é temperado com diversas especiarias secas: cominho, cravo, canela, anis e pimentas secas. Esta mistura de temperos chama-se Naam Phrik Larb. O norte da Tailândia, era rota de especiarias da China e os chineses deixaram esta marca no Laab.

Laab cru e com sangue – a versão mais excêntrica

Em ambas as regiões, existem versões tradicionais de Laab com sabores bem fortes. Por exemplo, no Laos existe uma versão com carne de búfalo crua, sangue, tripas e suco de bile. Por lá, o sabor amargo é bastante aprenciado e sempre que possível ingredientes que trazem esta característica são adicionados. Como o suco de bile, que além de trazer amargor, deixa a carne mais macia.  

Por sinal, os locais sempre acompanham as versões cruas com shots de Whisky Lao Lao, dizem que o álcool mata as bactérias e possíveis parasitas. Na tradição popular, a mistura de comida amarga e álcool é medicinal, traz vitalidade e força.

Fique tranquilo, a maioria dos restaurantes, principalmente os que recebem mais turistas, oferecem a versão de Laab com carne cozida, que é a forma mais segura de experimentar o Larb.

Prato popular nas celebrações:

O Larb é um prato que representa mais do que uma refeição, simboliza tradições culturais e a interação entre as pessoas e a natureza. No idioma local, Laab significa boa sorte. Por isso, é um prato obrigatório nas principais cerimônias.

Está presente tanto na mesa dos pobres, quanto dos ricos, o que varia é o tipo de carne. No passado, os animais de grande porte, como o búfalo, não eram criados para consumo, mas sim para ajudar nas plantações de arroz. Portanto, a carne de búfalo era preciosa e comida apenas em ocasiões especiais, todos se juntavam para preparar e consumir Laab em uma grande festa!

Se for viajar para Laos e Tailândia, não deixe de incluir este prato na sua lista, mas antes dê uma olhada nesta receita, é super fácil de preparar em casa!


PLANEJE SUA PRÓXIMA VIAGEM

Nota: Alguns links podem ser links afiliados. Se você comprar produtos através deles, nós receberemos uma pequena comissão que apoiará a manutenção do site Food’n Road sem nenhum custo adicional para você.

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments